Carregando
Recife Ao Vivo

CBN Recife

00:00
00:00
Eleições 2020

Yves Ribeiro reafirma compromisso com a democracia e contra Fake News

Por: REDAÇÃO PORTAL
A pena vai de 2 (dois) a 8 (oito) anos de prisão para quem for condenado por divulgar ou compartilhar notícias falsas

Foto: Divulgação

20/11/2020
    Compartilhe:
A última eleição geral realizada em 2018 ficou marcada por uma enxurrada de notícias falsas (fake news), que se espalharam com grande volume e velocidade, nas redes sociais. Este fenômeno é letal para a nossa democracia, conquistada com suor, sangue e lágrimas pelo povo brasileiro. Dois anos se passaram, chegando nas eleições municipais, e  ao que parece, por parte dos maus políticos nada mudou.

Nesta eleição municipal, pela primeira vez, os cidadãos de Paulista (PE) irão decidir a escolha para prefeito no segundo turno. E a desinformação, distorção de fatos e mentiras estão dentro das estratégias adotadas pelo grupo político da situação, representado por Francisco Padilha (PSB) contra o seu adversário Yves Ribeiro (MDB). Publicações no Facebook; Instagram e Whatsapp fazem afirmações mentirosas, que Yves Ribeiro está inelegível; citações falsas de desvios de verbas públicas; discursos de ódio fazem parte do repertório como comprovado nos anexos deste material.

 
"Tenho compromisso com a verdade e com as pessoas. Nossa campanha é guiada por propostas e ideias para a cidade de Paulista voltar a ser feliz. Não compactuamos com mentiras de nenhuma natureza. Tenho mais de 50 anos de vida pública e uma trajetória de vida limpa! Sobrevivi as atrocidades da Ditadura Militar, lutei nas Diretas Já e nunca serei conivente com a degradação da nossa democracia", afirma Yves Ribeiro, candidato a Prefeito pelo MDB
 

A Lei Nº 13.834, aprovada de 4 de Junho de 2019 tipifica o crime de denunciação caluniosa com finalidade eleitoral. Em seu artigo 326-A, prevê a instauração de investigação policial, de processo judicial, de investigação administrativa, de inquérito civil ou ação de improbidade administrativa, atribuindo a alguém a prática de crime ou ato infracional de que o sabe inocente, com finalidade eleitoral. A Pena vai de 2 (dois) a 8 (oito) anos de prisão, e multa. Não compactue com notícias falsas, denuncie ao TRE-PE clicando aqui.

Notícias Relacionadas

Comente com o Facebook